Um modelo de inovação incremental aliado com sistema de gestão integrado – ERP

Um modelo de inovação incremental aliado com sistema de gestão integrado – ERP

Algumas semanas atrás eu publiquei um artigo falando um pouco sobre Inovação Incremental de Processos e nessa semana vou dar continuidade nesse assunto fazendo um paralelo com o sistema de gestão integrado (ERP) e propondo um modelo entre a inovação incremental e os sistemas ERP´s.

Vou começar colocando uma premissa: O sistema ERP já deve estar implantado e estabilizado e a partir de então, apresentar uma aplicabilidade prática nas empresas, para que então, possa tirar o máximo dos recursos disponibilizados pelo sistema através de processos que podem/devem trazer inovação.

A Figura a seguir sintetiza o modelo de inovação incremental em processos empresariais  baseado em processos dentro do sistema ERP, concomitante com a aprendizagem constante, fonte de conhecimento para a melhoria e o apoio dos agentes de inovação da empresa.

Fonte: Elaborado pelo autor

Aplicando o modelo

Identificar a lacuna ou o processo não contemplado inicialmente pela adoção do sistema ERP pode ser, a princípio, os primeiros processos a serem analisados no modelo. Na sequência, analisar os processos já existentes e então aplicar o modelo. Isto se deve ao fato de quando não há um processo modelado e em uso em um sistema ERP já há uma possibilidade de ganho imediato, pelo simples fato de colocá-lo dentro do sistema de gestão da empresa.

Definido o processo a ser aperfeiçoado, o mesmo deve passar por um funil de decisões, onde será trabalhado a fim de obter todos os detalhes possíveis do processo a ser implementado. Cabe neste ponto, detalhar que o processo possa ser prototipado, colocado em ambiente de teste ou colocado apenas em um setor (fazer um piloto), com o objetivo de validar a sua eficácia e então depois replicar o modelo em outras áreas em que for necessário. Uma vez passado pelo funil de decisões, espera-se ao final que as incertezas e os riscos estejam mitigados.

Quando o processo chegar à fase de implementação, é importante focar na transferência e aquisição do conhecimento a fim de possibilitar a execução de projeto, o lançamento da inovação,  gerenciamento e a sustentabilidade de adoção. Dessa forma, as chances de sucesso são elevadas e permitirão a concretização dentro da empresa.

A importância da adoção do modelo

Ao longo da adoção deste modelo a aprendizagem está constantemente inerente ao processo. Com isso as empresas tem a oportunidade de aprender e reter o conhecimento de maneira que possam construir sua base de conhecimento e melhorar as formas em que os processos são gerenciados.

Também, ao longo deste ciclo, o apoio e a participação dos atores envolvidos são essenciais para que o processo transcorra de maneira eficiente e eficaz, fazendo com que modelo proposto possa ter a validade necessária para uma gestão coerente com o seu propósito inicial que é: permitir um fluxo contínuo de processos inovativos.

E aí, que tal, gostou? Deixe seus comentários abaixo ou se quiser iniciar uma jornada de prcocesso de inovação aliado com o seu ERP, entre em contato conosco.

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Close Panel